Mapa-home-2

Mapa interativo inédito das grandes obras no Litoral Paulista

De Peruíbe a Ubatuba foram identificados e mapeados 41 grandes empreendimentos no Litoral Paulista que impactam a vida de milhões de pessoas: são 13 intervenções no setor de logística; 15 em mobilidade; quatro na área imobiliária; cinco em petróleo e gás e mais quatro de outros setores. Esse mapeamento inédito na região é resultado do trabalho do Observatório Litoral Sustentável que, por meio da Mesa de Diálogo do Litoral Norte e da Câmara Temática sobre os Grandes Empreendimentos da Baixada Santista, vem sistematizando essas informações desde o segundo semestre de 2015.

Na Baixada Santista, Santos é a cidade que concentra o maior número de grandes empreendimentos, 15 no total; em segundo lugar vem Praia Grande, que soma sete; seguida de Cubatão e Guarujá, ambas com quatro; São Vicente possui três; Bertioga, dois; e Itanhaém, um. Em Mongaguá e Peruíbe não existe nenhuma intervenção de grande impacto. NO entanto, todos esses municípios estão na área de influência dos empreendimentos mapeados.

No Litoral Norte são dez grandes empreendimentos mapeados – cinco em Caraguatatuba; três em São Sebastião; dois em Ubatuba e nenhum em Ilhabela – e assim como na Baixada Santista, todos os municípios estão na área de influência e impacto dos empreendimentos.

O levantamento considera a localização do empreendimento, que pode atravessar mais de um município.

Segundo a coordenadora do Observatório, responsável também pelo monitoramento dos impactos desses empreendimentos, Danielle Klintowitz, o objetivo do mapa é auxiliar sociedade civil, gestores públicos e órgão licenciadores a terem uma dimensão melhor do que vem acontecendo na região. “Com essas informações, as prefeituras podem entender mais sobre as transformações na sua cidade e no Litoral, ampliando sua capacidade de tomar decisões. Há uma grande diferença em analisar os impactos de obras quando os vemos de forma conjunta.”, avalia.

Para disponibilizar essas informações de um jeito mais didático, a equipe do Observatório criou um mapa interativo, que pode ser livremente acessado na internet:

“Além de mostrar as localizações dos empreendimentos, o mapa aponta áreas protegidas e o limite dos 13 municípios envolvidos”, explica o arquiteto e urbanista do projeto, Vitor Nisida.

A navegação pelo mapa é simples e pode ser feita de dois modos. No primeiro, basta ir ao menu de opções do lado esquerdo da tela e clicar no tipo de informação que se deseja acessar. Automaticamente, o mapa mostra onde fica o empreendimento e apresenta informações sobre ele. O segundo jeito é clicar diretamente nos ícones do mapa para obter os dados.

“Essa transparência é muito importante para a população porque muitos não sabem o que significam essas intervenções e nem o reflexo delas. É um trabalho que pode servir como instrumento de luta por novas políticas públicas, com as medidas de compensação e diminuição de impactos”, acrescenta Danielle Klintowitz.

 

Processo de mapeamento

A idealização do mapa surgiu em reuniões das Câmaras de Grandes Empreendimentos na Baixada Santista e no Litoral Norte, que concluiu que seria muito importante para a população e poder público identificar as obras nas áreas de logística, mobilidade, petróleo e gás e imobiliária.

Em seguida, houve um intenso trabalho para captar as informações junto aos órgãos licenciadores (IBAMA e Cetesb) e aos empreendedores. Concluída essa fase, os resultados foram apresentados nas Câmaras Temáticas seguintes para avaliação e feitos os ajustes necessários para se chegar no resultado final.

Para acessar o mapa em sua página própria, acesse: https://goo.gl/tYcNbR

 

Texto: SantosPress Comunicação Integrada

Revisão e edição: Luci Ayala

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *