IMG_0085

Fórum da Cidadania de Santos adere à Aliança Resíduo Zero Brasil

IMG_0085O Fórum da Cidadania de Santos passou a integrar à Aliança Resíduo Zero Brasil, no último dia 19 de agosto. A adesão ocorreu durante reunião ordinária da ARZB, realizada na sede do Instituto Pólis, em São Paulo. As organizações que integram a ARZB atuam em duas frentes: a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10) e a criação de uma Política de Produção Durável e Reciclagem Garantida.

Ambas preveem amplo trabalho de educação ambiental e mobilização da comunidade, com o envolvimento de instituições de ensino de todos os níveis, públicas e privadas, dentre outros parceiros. Além disso, levam em conta a urgência da redução nas emissões de gases de efeito estufa (GEE), em sinergia com a Política Nacional de Mudanças Climáticas, que reconhece a gestão sustentável de resíduos como estratégia de mitigação dos GEE.

Com 1 milhão e 700 mil habitantes, a Baixada Santista é uma região estratégica para avançar na implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Um fator importante a ser considerado no cenário local é que o único aterro sanitário da região está com o esgotamento previsto para daqui a três anos.

A ARZB trabalha em rede para buscar soluções para que os municípios não aterrem ou incinerem os resíduos e sim utilizem soluções sustentáveis, como o sistema de biodigestão, que podem e devem ser compartilhadas regionalmente no caso da Baixada Santista.

IMG_0088

“A Baixada Santista é uma região ambientalmente crítica por vários motivos: a existência do porto, o completo industrial de Cubatão e o turismo são apenas algumas questões que afetam a qualidade do meio ambiente”, comenta Célio Nori, coordenador do Fórum da Cidadania de Santos. “É preciso que a sociedade civil dê resposta a tudo isso e busque caminhos em direção ao desenvolvimento sustentável, com uma agenda que enfatize o social e ambiental junto com o crescimento da região”, avaliou Célio.

IMG_0092De acordo com Elisabeth Grimberg, coordenadora do tema de resíduos sólidos do Instituto Pólis, o Fórum da Cidadania tem uma atuação ampla e com capacidade de incidir regionalmente. “Por exemplo, na mobilização e construção de um posicionamento contra o incinerador na Praia Grande. A entidade também teve um papel papel importante na articulação dos secretários de Meio Ambiente da Baixada Santista no Seminário Resíduos em Foco Baixada Santista, que aconteceu no dia 02 de junho, com realização do Fórum da Cidadania de Santos, Instituto Pólis e Aliança Resíduo Zero Brasil”, disse Elisabeth.

Sobre a Aliança Resíduo Zero Brasil
A ARZB é parte do movimento internacional Zero Waste, que busca promover o conceito, o debate e a divulgação de experiências voltadas à não destinação de resíduos para aterramento, tampouco para incineração. O Instituto Pólis é uma das entidades copromotoras e atual sede da secretaria executiva da ARZB.

O conceito
Surgido nos anos 70, Resíduo Zero é um conceito inspirado nos ciclos naturais de vida, eficientes e sustentáveis, em que tudo é transformado em outros recursos, sem desperdício e sobras.

Adotar o conceito Resíduo Zero significa minimizar os impactos no solo, na água, no ar e nos ecossistemas, em geral, que podem ser nocivos ou ameaçar a saúde planetária – animal e vegetal – e provocar irreversíveis alterações climáticas; projetar e gerenciar produtos e processos para reduzir o volume e a toxicidade dos resíduos e materiais; conservar e recuperar recursos naturais; não queimar ou enterrar resíduos; e incentivar o consumo de produtos e serviços com o conceito Resíduo Zero.

Saiba mais em www.residuozero.org.br
Confira a apresentação debatida na reunião

Download (PDF, 5.21MB)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *